Na senda das tertúlias de antigamente, estes serão encontros informais, para conversarmos sobre livros e leituras, para lermos em voz alta, para ligarmos a literatura a outras artes. Enfim, para partilharmos emoções, palavras, experiências.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Leituras de Férias

Após a pausa estival, soube bem o regresso às conversas sobre Literatura. Mais uma vez, acabámos por falar não só de livros, mas também de muitos outros assuntos, pois, se olharmos para o Mundo com atenção, tudo nos leva ao exercício da escrita e da leitura.
Durante as férias, lemos muito e lemos bem! No último encontro ficara definido que cada um teria a liberdade de escolher as próprias leituras, sem o dever de cumprir qualquer obrigação. E que belas escolhas! Os 14 participantes falaram de:

Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra, Mia Couto, Leya.

Silêncio: o poder dos introvertidos num mundo que não para de falar, Susan Cain, Temas e Debates / Círculo de Leitores.

Ler o Mundo, Affonso Romano de Sant'Anna, Global Editora.

O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca, Ana Pessoa e Bernardo Carvalho (ilustr.), Planeta Tangerina.

Caderno de Agosto, Alice Vieira, Caminho.

Aparição, Vergílio Ferreira, Quetzal.

Manhã Submersa, Vergílio Ferreira, Bertrand.

A Contadora de Filmes, Hernan Rivera Letelier, Editoral Presença.

Chega de Saudade: A história e as histórias da Bossa Nova, Ruy Castro, Companhia das Letras.

Estrela Solitária: Um brasileiro chamado Garrincha, Ruy Castro, Companhia das Letras.

 O Anjo Pornográfico, Ruy Castro, Companhia das Letras.

Uma Abelha na Chuva, Carlos de Oliveira, Sá da Costa.

Cosa Nostra: um século de história da Máfia, Eric Frattini, Bertrand.

Os Miseráveis, Victor Hugo (foi-nos apresentada uma edição de 1864!)

Os Homens que Odeiam as Mulheres, Stieg Larsson, Oceanos (1º Volume Trilogia Millennium).

Desde Que o Samba é Samba, Paulo Lins, Caminho.

Ao Princípio era Eu - Autobiografia, António Victorino d'Almeida, Clube do Autor.

Um Tiro na Bruma, Manuel Cardoso, Sopa de Letras.

Esteja eu onde estiver, Romana Petri, Bertrand.

Um Lugar Dentro de Nós, Gonçalo Cadilhe, Clube do Autor.

O Teu Rosto Será o Último, João Ricardo Pedro, Leya.

A Biblioteca das Sombras, Mikkel Birkegaard, Porto Editora.

Marquesa de Alorna, Maria João Lopo de Carvalho, Oficina do Livro.

Os Pilares da Terra, Ken Follett, Editorial Presença.

As Benevolentes, Jonathan Littell, Dom Quixote.

O Mestre da Sensibilidade, Augusto Cury, Livros d'Hoje.

Entardecer, Américo Lourenço, Chiado Editora.

A Metamorfose, Franz Kafka, Relógio D'Água.

Livro do Desassossego, Fernando Pessoa (Bernardo Soares), Assírio & Alvim.

O Inverno do Nosso Descontentamento, John Steinbeck, Livros do Brasil.

Um Assassino entre os Filósofos, Philip Kerr, Editorial Presença.

Catedral, Raymond Carver, Quetzal.

Poesia de Álvaro de Campos, Fernando Pessoa, Assírio & Alvim.

O Tigre Branco, Aravind Adiga, Editorial Presença.

Longe do Meu Coração, Júlio Magalhães, A Esfera dos Livros.

A Tia Júlia e o Escrevedor, Mario Vargas Llosa, Dom Quixote.

Fábrica de Oficiais, Hans Helmut Kirst, Publicações Europa-América.


Nas próximas férias, já temos muito por onde escolher!


Daqui a 2 dias, teremos notícias acerca das próximas leituras. Até lá!


terça-feira, 25 de setembro de 2012

Segunda temporada!

O último encontro das Quartas com Letras antes das férias de Verão foi assim:









No Jantar Literário de 18 de Julho, foi esta a ementa:

QUARTAS COM LETRAS          Quadricultura Associação

JANTAR LITERÁRIO 18.07.2012
Comer e ler são experiências de nutrimento, física e emocionalmente gratificantes, para qualquer ser humano. Ler (como podemos provar mais uma vez à roda de uma mesa cheia de comida e de livros) não é consumir, significa antes partilha, comunicação, interação. Há que digerir as nossas leituras, dar-lhes tempo para que cresçam connosco e para que cresçamos com elas. Que os nossos encontros sejam sempre momentos de leitura ativa, participada, para reconhecer, refletir, criar.
                                                                                                                                             Paula Cusati
MENÚ

PARA COMEÇAR
Sopa fria de tomate e pêssego perfumada com coentros, servida com A que sabe esta história, de Alice Vieira.
Quiche à Tertuliano e batatas com molho de natas e funcho, servidas com A Arte da Viagem, de Paul Theroux.
Omete de salsa e limonada gelada, servidas com Afirma Pereira, de António Tabucchi.

PARA CONTINUAR
Polenta com ovos cozidos e petingas e Salada de alface com ovos de codorniz, ovas de esturjão e cebolinhas de Mântua, servidas com Notas de Cozinha de Leonardo Da Vinci , de Shelag & Jonathan Routh.

Arroz de bacalhau do Inspector Jaime Ramos, servido com Ancoradouro, crónica de Francisco José Viegas.
Frango Assado, servido com Um Refúgio para a Vida, de Nicholas Sparks.

PARA TERMINAR
Fatias douradas feitas a dois, servidas com Escola de Noivas, de Laura Santos.
Aletria com as iniciais do Conselheiro Acácio desenhadas a canela, servida com vinho do Porto e O Primo Basílio, de  Eça de Queirós .
Mousse de Chocolate, servida com um antigo livro de cozinha cheio de memórias.
Quindim de coco e bolinhos sortidos, servidos com Chá Louco da Alice no País das Maravilhas, de Lewis Caroll.




Espero que tenham ficado com água na boca! Juntem-se a nós! Regressamos já amanhã às 20:30 na sede da Quadricultura. Falaremos das leituras de Verão de cada um de nós e discutiremos o plano para os próximos seis meses. Deixo-vos uma pista: Fernando Pessoa.